Uma breve história dos produtores Mause & Thiago G Hard.

0
Post Image

Trabalhando em conjunto há cerca de 03 anos, Mause e Thiago G Hard consolidaram o status de “celeiro” de grandes artistas conferido ao estado do Rio Grande do Sul, após a repercussão internacional do trabalho feito pelos produtores gaúchos: Fabricio Peçanha, Do Santos e Sonic Future.

O “EP” PUMA, lançado no ano de 2014 pela gravadora inglesa Purple Sun, foi o disco de estréia da dupla, e ainda hoje  é um dos mais escutados no Spotify, embora marque apenas o início desta parceria de sucesso.

Nos discos subsequentes, as produções de Mause e Thiago G Hard conquistaram as paradas musicais do maior portal de música eletrônica do mundo, o “Beatport”; colocando pelo menos quatro discos entre os lançamentos mais vendidos de “House”, “Deep House”, “Tech-House” e “Indie/Nu Disco”, ao lado de artistas como: Maceo Plex, Hot Since 82, Technasia, UMEK, Patrick Topping, Martin Eyerer, D-Nox, Disclosure, Mark Knight, Joris Voorn, Stephan Bodzin, Marc Romboy, Emanuel Satie, Dennis Ferrer e Hernan Cattaneo.

A faixa “Xplosive”, lançada no ano de 2016, foi incluída pela distribuidora “Symphonic”(uma das maiores do mundo) no playlist das melhores músicas do ano, juntamente com os hits: ”BYOB” dos produtores Sevenn & Alok; “Sometimes” de Woo2Tech & Vintage Culture e “Bring It Back” de Vinne & Ilusionize; e recebeu apoio de artistas como: Croatia Squad, EDX, Sirus Hood and Amine Edge.